HDSPE MADI FX

 

HDSPe MADI FX representa um novo marco tanto na história das placas de áudio das últimas duas décadas como na longa série de produtos marcantes da RME. Nunca, até este momento, existiu um sistema de áudio multicanal com tamanho desempenho.

HDSPe MADI FX possui 390 canais de áudio! Três conexões MADI para as entradas e saídas estão presentes na placa, duas ópticas e uma coaxial. Estas são acompanhadas por uma saída e entrada no formato AES/EBU e uma saída de monitoração analógica no padrão TRS P10 para fones de ouvido. Para completar o conjunto de recursos, uma conexão de Word Clock e quatro conectividades MIDI foram adicionadas. Essa tecnologia completa com extensa conectividade está totalmente integrada no menor espaço possível, característica típica da RME. Apenas um slot PCIe é necessário na placa mãe para a sua instalação, além de uma abertura de slot livre adjacente.

Para garantir o desempenho RME único galgado em baixíssima latência e com esta quantidade tão grande de canais de áudio, a HDSPe MADI FX apresenta um recém-desenvolvido núcleo modular Hammerfall. O núcleo de alta tecnologia irá processar três vezes mais canais do que o carro-chefe anterior de formato MADI, enquanto, na verdade, reduz a carga do sistema e permite latência ultra baixa com até 32 amostras em computadores modernos.

HDSPe MADI FX representa um novo marco tanto na história das placas de áudio das últimas duas décadas como na longa série de produtos marcantes da RME. Nunca, até este momento, existiu um sistema de áudio multicanal com tamanho desempenho.

HDSPe MADI FX possui 390 canais de áudio! Três conexões MADI para as entradas e saídas estão presentes na placa, duas ópticas e uma coaxial. Estas são acompanhadas por uma saída e entrada no formato AES/EBU e uma saída de monitoração analógica no padrão TRS P10 para fones de ouvido. Para completar o conjunto de recursos, uma conexão de Word Clock e quatro conectividades MIDI foram adicionadas. Essa tecnologia completa com extensa conectividade está totalmente integrada no menor espaço possível, característica típica da RME. Apenas um slot PCIe é necessário na placa mãe para a sua instalação, além de uma abertura de slot livre adjacente.

Para garantir o desempenho RME único galgado em baixíssima latência e com esta quantidade tão grande de canais de áudio, a HDSPe MADI FX apresenta um recém-desenvolvido núcleo modular Hammerfall. O núcleo de alta tecnologia irá processar três vezes mais canais do que o carro-chefe anterior de formato MADI, enquanto, na verdade, reduz a carga do sistema e permite latência ultra baixa com até 32 amostras em computadores modernos.

 

 

Se interessou? Entre em contato!
Nome/
E-Mail/
Telefone/

Descrição do produto

A nova tecnologia de eficiência irá desativar automaticamente canais que não estão em uso, de modo a reduzir o processamento e liberar a largura de banda. A reprodução em estéreo não vai exigir mais do que o desempenho padrão de uma placa de áudio com apenas dois canais - apesar de seu um sistema multi-canal profissional com quase 400 canais.

A tecnologia do novo núcleo é acompanhada por uma versão especial do TotalMix FX, que permite utilizar este enorme número de canais de uma maneira eficiente e prática. A adição de numerosas otimizações de desempenho garantem que o mixer virtual de 4096 canais da MADI FX responda tão bem quanto sua contraparte de 1800 canais, presente na Fireface UFX. Um DSP novo permite um maior número de equalizadores e de compressores.

Um layout inovador para o TotalMix permite o manuseio ergonômico do enorme número de canais. Uma opção especial torna possível ocultar os canais não utilizados. Essa funcionalidade permite o trabalho com várias “cenas” diferentes e trocá-las com um clique, por exemplo: alternando entre os canais da bateria e os da banda completa.

A máquina de efeitos de 192kHz da RME permite monitoração sem latência com numerosos efeitos, como: Equalizadores, compressores, reverb e eco, calculados diretamente na própria placa, independente do software de gravação em uso.

A matriz integrada do TotalMix convenientemente permite o uso da placa como um “router” MADI poderoso. Ao contrário da maioria das soluções encontradas no mercado, cada canal pode ser encaminhado individualmente em qualquer direção, mesmo com ajustes de nível separados para cada rota. A flexibilidade incomparável do TotalMix pode transformar as aplicações mais exóticos em uma realidade prática.

A operação da RME em modo redundante utilizando 3 receptores MADI da placa fornece aos usuários profissionais uma operação segura e livre de falhas. No modo SRO a placa funciona como simples dispositivo de entrada MADI, gravando até 64 canais. Caso o fluxo de sinal nas entradas falhe, os dados de áudio recebidos a partir de uma das outras duas entradas é utilizado. Os dados de áudio não são interrompidos quando mudam para outra entrada e a placa pode usar mais de uma fonte para redundância. Nenhum sincronismo de clock é necessário e a interrupção causada pela falha externa é minimizada para algumas amostras.

A placa também possui o sistema SteadyClock, supressão de jitter ativo e o exclusivo conjunto de ferramentas profissionais de medição e análise, DIGICheck, que inclui também a possibilidade de medição no padrão EBU R128. Por fim, a placa funciona de forma praticamente idêntica tanto em ambiente Windows como em Mac OS X.

 Entradas e saídas

3 conectores MADI

A HDSPe MADI FX oferece duas portas ópticas e uma coaxial com conectividade MADI para as entradas e também para as saídas. Assim, um total de 192 entradas e saídas estão simultaneamente disponíveis (em 44.1 kHz e 48 kHz). Em 96 kHz há 96 entradas e saídas disponíveis e em 192 kHz o número impressionante de 48 entradas e saídas podem ser usadas.

A HDSPe MADI FX fornece uma quantidade suficiente de canais de áudio para qualquer projeto imaginável e reserva suficiente para adequar o crescimento de necessidades futuras. Em geral, dois conectores de entradas e saídas MADI ópticos são adequados para interconectar um grande estúdio ou uma configuração ao vivo com cabos longos. Os conectores MADI coaxiais adicionais fornecem máxima flexibilidade entre os dois formatos de conectores utilizados.

Obs: Os conectores ópticos são produzidos no padrão da indústria. Os coaxiais são conectores BNC de 75 Ohm.

Saída de monitoramento analógico

A HDSPe MADI FX fornece uma saída analógica estéreo com qualidade de referência e a comprovada tecnologia da RME de conversão de baixa latência. A saída é idealmente adequada para fones de ouvido de alta ou baixa impedância.

Graças aos recursos de monitoração poderosos do TotalMix, qualquer canal de entrada, faixas gravadas, ou submixes podem ser selecionados para audição. Uma função Cue avançada permite que cada um dos 98 possíveis submixes possam ser monitorados com apenas um clique do mouse.

Entradas e saídas AES/EBU

Uma interface de áudio que está limitada à conectividade MADI necessita conversores de custo elevado para executar uma conversão para outros formatos ou até mesmo uma ligação de sincronismo simples. Aqueles que trabalham com MADI geralmente têm também dispositivos AES/EBU em uso e que gostariam de conectá-los facilmente a sua DAW. Portanto, a HDSPe MADI FX fornece uma porta de entrada e saída digital no formato AES/EBU profissional. Isso permite a conexão de um simples conversor AD/DA, por exemplo, como o RME ADI-2, obtem-se assim uma saída de monitoração secundária ou cria-se uma configuração de talkback. Mesmo a conexão de um processador de efeitos externo digital sem a necessidade de um conversor MADI x AES/EBU de alto custo fica fácil.

A conectividade AES/EBU também pode ser utilizada com o intuito de sincronismo, como, por exemplo, utilizando-se o dispositivo de sincronismo de clock Nuendo Sync Station.

Integração MIDI e controle remoto

A HDSPe MADI FX fornece quatro entradas e saídas MIDI

·         1 externa através do chicote (breakout cable)

·         3 internas virtuais - uma para cada entrada e saída MADI

Os conectores MADI não apenas transmitem 64 canais de áudio com uma única conexão, mas também sinal MIDI. A HDSPe MADI FX permite o tráfego de informação MIDI juntamente com o sinal de áudio digital e este pode ser visível em qualquer software.

Sinais MIDI são transmitidos de forma invisível através dos mesmos cabos e distância que os dados MADI. Na outra extremidade do cabo MADI os sinais MIDI podem ser reproduzidos a partir de dispositivos MADI via um simples conector MIDI DIN 5 pinos.

MIDI sobre MADI também permite o controle remoto de todos os dispositivos MADI, incluindo monitoração e configuração de um dispositivo. Este recurso faz com que a transmissão MADI em grandes distâncias seja prática, com computadores host e dispositivos longe uns dos outros, como, por exemplo, em uma situação onde temos FOH (Front of House) e palco.

Todas as unidades podem ser programadas com o seu próprio ID, o que permite o controle remoto de vários dispositivos independentes, através de um único canal MIDI.

A RME fornece um software para Windows e Mac gratuito para se controlar todos os dispositivos RME MADI. Este "MIDI Remote" pode usar qualquer porta existente MIDI dentro do sistema para controlar remotamente e monitorar todos os dispositivos conectados. O software fornece o controle como se estivéssemos controlando o próprio painel do dispositivo, como também uma matriz de controle.

Wordclock

A entrada e saída de Wordclock com terminação comutável completa a conectividade da placa HDSPe MADI FX. Enquanto a maioria dos dispositivos baseados MADI requerem clock adicional ou linha AES/EBU, a placa HDSPe MADI FX utiliza o protocolo SteadyClock para extrair o sincronismo de referência diretamente a partir do sinal MADI, enquanto reduz o jitter ao mínimo, tornando ligações de longa distância ainda mais conveniente. O clock é processado em velocidade normal, dupla ou quádrupla.

TotalMix FX

A peça central da placa PCIe HDSPe MADI FX é nova plataforma TotalMix FX, um mixer virtual baseado em DSP com 46 bits de resolução interna, comparável a qualquer console high-end digital.

É possível, em shows ao vivo, mixar diretamente dentro da interface, substituindo as mesas de mixagem das FOH. Graças ao maior número de canais e as opções adicionais de roteamento tudo pode ir ainda mais longe.

Latência zero para efeitos digitais

A HDSPe MADI FX fornece o mesmo Core de 192 kHz para efeitos presentes na Fireface UFX e UCX. Para suprir a enorme quantidade de cerca de 400 canais com tanto quanto possíveis efeitos de alta qualidade, a eficiência do algoritmo de cálculo do DSP foi melhorada. Esta melhoria de desempenho assegura que o mixer de 4096 canais reaja tão bem quanto aqueles em outras interfaces da RME com menos canais.

Cada canal de entrada e de saída vem com um conjunto de recursos luxuosos, comparáveis a qualquer console de grande formato. Os efeitos por canal incluem equalizador paramétrico de 3 bandas, Low Cut ajustável, Auto Level, Compressor, Expander, processamento de MS e inversão de fase. Reverb e Echo também estão disponíveis para todos os canais por meio de mandadas auxiliares. A HDSPe MADI FX facilmente supera a concorrência, oferecendo todos esses efeitos mesmo em operação em 192 kHz.

A seção de efeitos não só acrescenta uma grande flexibilidade ao fluxo de gravação, mas faz softwares adicionais serem dispensáveis. O TotalMix pode facilmente substituir qualquer mixer externo, criando monitoração livre de latência ou mixagens diferentes com equalização e Reverb para os monitores de estúdio principais e para os fones de ouvido dos músicos na sala de gravação.

O FX-DSP usa vigilância de sobrecarga automática. Assim nenhum efeito pode ser adicionado para cálculo no DSP se este estiver operando em plena carga; a superfície de controle do TotalMix irá sinalizar claramente esta condição. Ao mudar a resolução para maiores taxas de amostragem todos os efeitos que ultrapassam o desempenho do DSP serão automaticamente desativados. O DSP jamais será sobrecarregado. Isto também evita qualquer dano possível aos alto-falantes devido à distorção. Além disso, o hardware DSP calcula os níveis de RMS e de pico retirando qualquer carga de processamento da CPU do computador host.

O recurso “ocultar”

Para manter a visão geral dos 390 canais em situações ao vivo ou em estúdio, onde nem todos os canais terão de ser visíveis em todos os momentos, o TotalMix FX oferece uma nova forma de gestão de visualização de canais.

Embora o software tenha desde o início a opção de múltiplas janelas, quando falamos de 196 canais em diante precisamos uma concepção especial de interface de usuário. Por exemplo, se estamos mixando os canais 1, 2, 191 e 192 ao mesmo tempo, seria necessário um deslocamento constante da janela de mixagem e estes canais não seriam visíveis dentro de uma mesma janela.

Limitações desse tipo são eliminadas com a funcionalidade ocultar canal. Qualquer canal pode ser escondido da superfície de controle, veja o seguinte exemplo: nos canais de 73 a 85 estão todos os sinais vindos de um conjunto de percussão, enquanto que nos canais de 110 a 114 estão alguns sons de bateria gerados eletronicamente. O recurso Ocultar permite que o usuário esconda todos os outros canais e exiba apenas aqueles que lhe interessa, neste caso os canais 73 a 85 e de 110 a 114, com um simples clique do mouse. Dessa forma concentramos em uma mesma janela a visualização de qualquer canal que se queira para um trabalho perfeito.

A função ocultar também permite a remoção de canais de uma superfície de controle remoto via MIDI. Superfícies de controle remoto com poucos faders podem controlar qualquer seleção individual de canais de forma muito simples.

Roteamento flexível e profissional via matriz

Todos os 194 canais de entrada e saída podem ser encaminhados e misturados livremente. Esta característica impressionante culmina com o roteador mais poderoso já implementado em uma placa de áudio, veja alguns exemplos de aplicação:

·         Patchbay e roteador MADI

·         Conversor e divisor MADI

·         Redistribuidor MADI

A HDSPe MADI FX pode ser transformada em um roteador livre, programável e muito confortável para organizar configurações complexas de estúdio. Comparado com roteadores baseados em hardware, a sofisticada matriz do TotalMix não só oferece uma interface de usuário superior com clareza incomparável, mas também permite mudanças imediatas para a criação de rotas e configurações com poucos cliques do mouse.

Controlador de monitoramento

O TotalMix fornece um arsenal completo de funções necessárias para controlar a monitoração moderna em estúdio ou ao vivo. Há Dim (Atenuador), comutação de diferentes monitores, talkback integrado, mute, FX mute, mono, comutação para caixas secundárias e muito mais.

TotalMix via Controle Remoto

As principais funções do TotalMix podem ser controladas remotamente via qualquer controlador MIDI compatível com o protocolo Mackie Control. Além disso, o TotalMix também pode ser controlado remotamente pelo iPad® da Apple através de aplicativos de controle que emulam o protocolo Mackie, como o TouchOSC e Lemur. É uma forma de controlar o TotalMix via wireless.

Características Gerais

·         Dispositivo PCI Express, revisão 1.1.

·         Largura de banda de 2,5 Gbps

·         Comunicação full-duplex com taxa de transferência de até 500MB/s

·         Todas as configurações são alteráveis em tempo real

·         Controle de clock automático e inteligente para operação em master ou slave

·         Fontes de sincronismo: MADI coaxial, MADI óptico, AES/EBU, wordclock via BNC ou interno

·         Varipitch: via sinal de entrada ou wordclock

·         Taxas de amostragem: 44.1kHz, 48kHz, 88.2kHz, 96kHz, 176.4kHz, 192kHz ou variável via sincronismo de wordclock

·         Faixa de taxa de amostragem: MADI: de 32 kHz a 96 kHz – Wordclock: de 27 kHz a 200 kHz

·         Jitter: <1ns, interna e para todas as entradas

·         Sensibilidade de Jitter: PLL opera mesmo em 100ns sem problemas

·         DIGICheck: a ferramenta de medição final, análise e teste única da RME

·         Wordclock de entrada: Circuito com adaptação de sinal (funcional a partir de 1,2 Vpp) com terminação comutável

·         Wordclock de saída: conector BNC de baixa impedância, 4 Vpp em 75 Ohms à prova de curto-circuito

·         Entrada e saída MIDI: via dois conectores DIN de 5 pinos

Saída de monitoração em estéreo (Fone de ouvido):

·         Relação sinal x ruído: 110 dB RMS não ponderada, 113 dBA em 44.1kHz

·         Crosstalk: >100 dB

·         Saída: conector TRS P10

·         Impedância de saída: 75 Ohm

·         Nível de saída em 0 dBFS: +13 dBu

Suporte de driver:

·         Windows 7 / Vista / XP SP2 (32 e 64 bits)

Apple Mac OS X 10.6 ou Superior (Core Audio)

cadastre-se e fique por dentro
das nossas novidades e lancamentos

Insira seu nome e e-mail para receber descontos exclusivos!!